vencedores - 2009

Publicado: quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

ELEMIDIA – Elemidia revoluciona a mídia digital out of home do Brasil




Empresa: REDE ELEMIDIA

Case: ELEMIDIA REVOLUCIONA A MÍDIA DIGITAL OUT OF HOME DO BRASIL




O PROBLEMA:
Até o início dos anos 2000, a mídia digital out of home, caracterizada pela utilização de telas com transmissão de som e imagem em elevadores e outros espaços públicos, apresentava falhas tecnológicas e serviço amador, diferentemente de outros países, como Estados Unidos e mercados europeus. No Brasil, apenas duas empresas ofereciam o serviço: a Nova Vista e a Proximidia. Foi nesse cenário que surgiu, em 2003, a Elemidia, com a meta de mudar o segmento e alcançar a liderança.




O DIAGNÓSTICO:
O principal desafio da Elemidia foi transformar o setor meramente classificado como “mídia alternativa” em um formato que despertasse interesse do mercado e gerasse novas oportunidades de negócios. Em 2004, a Elemidia realizou uma série de análises do mercado internacional, tomando como exemplos a atuação das americanas Captivate Network e a PRN. Nos Estados Unidos, o setor já era altamente profissional e usava tecnologia de ponta. Até 2003, a mídia digital out of home no Brasil era usada, em geral, por pequenos estabelecimentos. O mercado publicitário/anunciante conhecia pouco o segmento e, muitas vezes, os planos estratégicos das agências a classificavam como “outros”. A Elemidia constatou que deveria solucionar problemas técnicos: as telas não tinham som, a duração da publicidade era limitada em 10 segundos e as imagens eram exibidas de forma “achatada”. Com o surgimento de novos meios de comunicação, era necessário consolidar a plataforma para reter a atenção do novo consumidor, pois ela o atinge quando ele está em movimento, como o outdoor tradicional, mas é mais eficaz, já que é rapidamente ajustável.




O PLANO:
Aliado ao cenário que se apresentava a empresa também viu no banimento dos outdoors e cartazes da cidade de São Paulo, com a implantação, em janeiro de 2007, da lei conhecida como “Cidade Limpa”, uma grande oportunidade para alavancar os negócios. Depois da imersão no mercado interno e externo, em março de 2004, a Elemidia decidiu adquirir a sua principal concorrente na época, a Nova Vista e dá início ao processo de evolução do setor e expansão dos negócios. A Elemidia também investiu em alta tecnologia, montando uma complexa rede que é monitorada e ajustada em tempo real, além de contratar profissionais altamente qualificados para as mais diversas áreas e funções.




A EXECUÇÃO:
A empresa desenvolveu o Elemidia Screen Shot, ferramenta que permite controlar o funcionamento dos monitores com print screens a cada 10 minutos e envio das telas à central. Investiu e colocou no ar em 2006, um novo formato editorial e layout de tela, que privilegia a fotojornalismo em full screen, intercalado a vídeos em igual dimensão. O sistema permitiu a correção das imagens e reteve ainda mais a atenção dos telespectadores para as suas telas, cujo nível de atenção atinge em torno de 93%, o maior entre todos os veículos de comunicação, segundo levantamento realizado pelo Datafolha. Em julho de 2007, a empresa instalou suas telas em 73 unidades das lojas de conveniência da rede am/pm, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em 2008, a Elemidia comprou outra concorrente: a Proximídia. Em nome da expansão e profissionalização do mercado, a empresa absorveu com essa aquisição, os monitores instalados em elevadores de 22 edifícios corporativos de alto padrão da capital paulista. A expansão da Elemidia se encaminhou para o segmento de franquias e parcerias, o que fez com que a rede ampliasse sua atuação rapidamente. No total, hoje, são 23 unidades, 22 das quais no Brasil e uma na Argentina, em Buenos Aires. A Elemidia também desenvolveu ações juntos às agências de publicidade para apresentar o serviço, instalando telas nos elevadores dos prédios de diversas agências, como McCann Erickson e Euro RSCG. A Elemidia assumiu ainda, a total gestão sobre o conteúdo publicado nas suas telas. Em parceria com o portal Terra, passou a criar e editar internamente todas as notícias com fotos e vídeos, de acordo com o perfil do público e dos ambientes. Outros espaços, como shopping centers, academias de ginástica, universidades começaram a ser explorados pela Rede Elemidia.




OS RESULTADOS:
A Elemidia hoje é a maior empresa de mídia digital out of home da America Latina e atinge 10 milhões de pessoas semanalmente, das classes A/B (87%), de nível superior (72%), entre 18 e 45 anos de idade. Em apenas seis anos de atuação, tem uma respeitável rede, com 3.934 monitores instalados pelo país e na Argentina. Está presente hoje em 1.076 locais, em multi-ambientes. Além dos 694 edifícios comerciais, com 2.552 monitores em elevadores e espaços de “espera forçada”, tem distribuídas 482 telas em shopping centers; 307 em hotéis; 141 em universidades e academias; 97 em lojas de conveniência; e 150 em empresas para comunicação corporativa. Detém atualmente a liderança do segmento de mídia digital out of home, com 46% de market share. A previsão de crescimento para este ano é de 48% e em 2010 de 37%. O Grupo Elemidia é composto hoje por três empresas: a Elemidia, a Elemidia Empresas, e a Elemidia Mall, que cuida dos totens em shopping centers. A Elemidia também é responsável pela consolidação do segmento junto ao mercado publicitário brasileiro, já que foi a principal incentivadora para a formação de uma associação que defende os interesses do setor,a ABDOH (Associação Brasileira de Mídia Digital Out of Home).




galeria de fotosver todas >

  • Walter Longo
  • Armando Ferrenti e Walter Longo
  • Vigor Grego
  • Nova Vigor Mix
flickr
by