vencedores - 2014

Publicado: quarta-feira, 5 de novembro de 2014

CAIXA e Fermento – Case: “Funzones CAIXA Infraero na Copa do Mundo 2014”




Histórico/Antecedentes/Circunstâncias
Com a Copa das copas agendada para os meses de junho e julho, a expectativa sobre a chegada do maior de todos os eventos era imensurável. Para a Caixa Econômica Federal e para a Infraero, a chegada de 2014 representava a conclusão de um importante capítulo de suas relações com o esporte brasileiro. A CAIXA chegou a 2014 como a maior patrocinadora do futebol nacional, com investimento em 13 times e 7 campeonatos, além de todo seu histórico no esporte. O momento perfeito para mostrar a todo torcedor o que “ser mais que um banco” significa. Para a Infraero, a Copa era o marco de um planejamento que promoveu transformações nos aeroportos brasileiros. Com 12 aeroportos nas cidades-sede, a empresa precisava mostrar os resultados com uma operação exemplar. Além da ansiedade esportiva no país do futebol, 2014 começou sob os holofotes do pessimismo e das ameaças das manifestações que marcaram o ano anterior, em que tudo se tornou motivo de protesto.

Problema/Desafio/Oportunidade

Com o clima de #naovaitercopa, a infraestrutura brasileira estava em cheque. A capacidade de receber mais de 700 mil turistas de todo o mundo e a expectativa de um intenso movimento interno colocaram os aeroportos brasileiros no foco das principais dúvidas. Todos os envolvidos com a Copa precisaram administrar a relação entre a preocupação com imagem e a necessidade de se fazer presente na festa. CAIXA e Infraero entraram no momento pré-Copa com um grande desafio: estabelecer seu relacionamento com os fãs de futebol não sendo patrocinadores oficiais. Era preciso entrar em campo para dar um show, com uma comunicação efetiva, que mostrasse resultados além do discurso. Desafio transformado em oportunidade: utilizar a recepção aos milhões de turistas nos aeroportos para mostrar todo o amor que o brasileiro sente pelo futebol. Parceria CAIXA e Infraero e suas agências em uma ação que elevasse a experiência do torcedor, catalisando o clima de alegria
Plano

CAIXA e Infraero têm como objetivo central a oferta de serviços de qualidade que melhorem a vida de seus clientes e auxiliem no desenvolvimento da sociedade. Em um momento de crise, a estratégia precisava ir além e mostrar as duas marcas como parceiras do torcedor que chegava a cada aeroporto. Uma ação que desse o suporte necessário para que, durante o período de Copa, o torcedor tivesse apenas uma preocupação: aproveitar toda a emoção do maior evento do mundo. A Funzone CAIXA Infraero foi criada para dar conforto e tranquilidade para os passageiros e transportar o clima de Copa, com serviços de hospitalidade e entretenimento, para 12 aeroportos de 10 cidades-sede. Os aeroportos Infraero deram aos turistas uma sensação de porto-seguro e confiança, tornando-se soluções, não problemas. A CAIXA mostrou-se como a marca que realmente está a todo momento ao lado do cliente com ações práticas. Para os torcedores, foi uma oportunidade de conhecer a paixão pelo futebol e interagir entre si.

Execução/Ativação

Foram 12 espaços abertos ao mesmo tempo em 10 capitais brasileiras. As Funzones foram lançadas simultaneamente em todo o Brasil: Curitiba, Porto Alegre, São Paulo (Congonhas), Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Belo Horizonte (Confins e Pampulha), Cuiabá, Manaus, Recife, Fortaleza e Salvador. Em todas as Funzones, o público era recebido 24 horas por uma equipe de promotores bilíngues. Todos os espaços possuíam caixa automático habilitado para saque de cartões internacionais, acesso a informações, mapas sobre as cidades-sede e serviço de café, bebidas e snacks. Cada espaço possuía entre 200 e 700 metros quadrados, trazendo conforto e segurança, em um projeto exclusivo de cenografia. As Funzones se tornaram verdadeiros pontos de encontro. Passageiros de todo o mundo puderam interagir com o espaço e entre si, exercitando sua paixão em partidas animadas de futebol de botão, videogame ou pebolim. Todas as áreas possuíam internet sem fio gratuita, pontos de energia e espaço de sobra para descansar e até pernoitar. A imprensa de todo o mundo também ganhou espaço reservado. Independentemente do perfil ou da nacionalidade do público, foi em frente às grandes TVs do espaço que a magia do futebol aconteceu. Torcidas unidas, gritos de guerra e muita vibração para acompanhar os jogos da Copa do Mundo transmitidos ao vivo.

Resultados

O projeto trouxe uma mudança de paradigma, conquistada em momento adverso e que abriu aos aeroportos brasileiros uma nova oportunidade de relacionamento e negócio. O grande resultado das Funzones foi transformar a expectativa negativa em satisfação, conquistada com serviço de qualidade. Os aeroportos ganharam um ponto de apoio, tanto para a comunidade aeroportuária, quanto para os torcedores que não encontraram hospedagem ou aguardavam seus voos. Mais de 370 mil pessoas se reuniram para torcer, se divertir e descansar nas Funzones. Resultado positivo sentido pela ação nas mídias sociais e que repercutiu na mídia brasileira e internacional, gerando visibilidade espontânea para todo o esforço da CAIXA e da Infraero. Golaços comemorados, diariamente, com as centenas de torcedores que se juntavam em frente às TVs para torcer.

galeria de fotosver todas >

  • Walter Longo
  • Armando Ferrenti e Walter Longo
  • Vigor Grego
  • Nova Vigor Mix
flickr
by